SOBRE A HIPÓTESE COLINÉRGICA.

Olá Leitores. Nesse post falaremos sobre a relevante HIPÓTESE COLINÉRGICA. Vamos à BIOQUÍMICA …

          Sabemos que tanto as consequências geradas pelas placas senis e pelos novelos neurofibrilares estão intimamente relacionados à redução da neurotransmissão colinérgica.

            A região denominada nucleus basalis de Meynert é a fonte produtora da enzima colina acetiltransferase (CAT) que age em estruturas do SNC (formação hipocampal, córtex cerebral e amígdala, dentre outros). Nessas regiões ela, a enzima, catalisa a reação de síntese da acetilcolina (ACh) a partir da colina e da coenzima A .

Núcleos da Base

Núcleos da Base

Localização do  Nucleus Basalis de Meynert.

Localização do  Nucleus Basalis de Meynert.

          Após sua formação a ACh é liberada na fenda sináptica, onde poderá ser acoplada a dois tipos de receptores – muscarínico e nicotínico. A ACh restante é degradada pela enzima acetilcolinesterase (AChE) na fenda sináptica em colina e acetato, que são as bases de sua formação.

Acetilcolina.

Acetilcolina.

Receptor Nicotínico.

Receptor Nicotínico.

           Na Doença de Alzheimer ocorre uma atrofia do nucleus basalis de Meynert provocando uma diminuição na síntese da colina acetiltransferase (CAT) e, consequentemente, da acetilcolina.

           Este núcleo, assim como os outros núcleos da base, compreende uma massa subcortical cinzenta profunda em cada hemisfério cerebral. Desse modo, além do núcleo de Meynert, ainda existem o núcleo caudado, o núcleo lentiforme, o claustrum, o corpo amigdaloide e o núcleo accubens.

substância inonimada

             Essa redução da neurotransmissão colinérgica pode favorecer processos de formação do beta-amilóide e a hiperfosforilação da proteína Tau. Existem cinco subtipos de receptores muscarínicos e dois deles, m1 e m3, estão acoplados á proteína G(guanosina-3-fosfato)e,subsequentemente, às fosfolipases A2 e C. Essa fosfolipase C cliva o fosfatidilinositol-4,5- bifosfato em dois mensageiros, diacilgicerol e inositol-1,4,5-trifosfato, responsáveis pela ativação da proteinaquinase C e liberação de cálcio a partir do estoque intracelular. Esses processos desencadeiam cascatas de eventos que acarretam a inativação das enzimas beta-secretase e glicogênio-sintase-quinase, responsáveis respectivamente pela formação beta-amilóide e pela fosforilação da proteína Tau, ocasionando retardamento e diminuição desses fenômenos, ou seja, a sintomática da Doença de Alzheimer.

Cascata Clássica da Proteína G.

Cascata Clássica da Proteína G.

          Como foi dito, há uma relação entre o declínio da síntese de colina acetiltransferase (CAT) e a gravidade da DA. O fato é que núcleo de Meynert é uma fonte produtora da CAT, enzima que catalisa a síntese de ACh a partir de colina e da acetilcoenzima A e que é transportada para estruturas-alvo  no Sistema Nervoso Central, tais como a amígdala, a formação hipocampal e o córtex cerebral. Quando formada, a ACh é liberada na fenda sináptica, onde se acoplará aos receptores muscarínicos ou nicotínicos de acetilcolina.

            Por isso, entende-se como uma boa estratégia para o tratamento de DA, a administração de fármacos que modulem de forma positiva  a função colinérgica. Assim, níveis sinápticos de acetilcolina (ACh) podem ser aumentados desde que se possa inibir a ação da acetilcolinesterase (Uma enzima que degrada a ACh restante na fenda sináptica em colina e acetato, precursores na formação de ACh.), ou até mesmo estimulando a liberação de ACh e a resposta dos receptores pós-sinápticos de Ach. Ou seja, drogas que aumentem a liberação de Ach ou que dificulta a sua degradação. Eu disse que seria um post bem bioquímico…

Alguns anexos para melhorar o entendimento (:

hipótese 1

hipótese

Nos vemos no próximo post.

Brendo Henrique

FONTES:

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0101-60832005000300005&script=sci_arttext

http://www.demneuropsy.com.br/detalhe_artigo.asp?id=167

http://www.hcnet.usp.br/ipq/revista/vol25/n3/arti253b.htm

http://www.revistaneurociencias.com.br/edicoes/2000/RN%2008%2001/Pages%20from%20RN%2008%2001-3.pdf

http://rnp.fmrp.usp.br/aulas/Francisco/Alzheimer_Tratamento_Carolina_Souza%202007ma.pdf

http://link.springer.com/article/10.1007%2FBF00697388

http://www.javeriana.edu.co/Facultades/Ciencias/neurobioquimica/libros/neurobioquimica/receptores.htm

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s