Introdução aos Sintomas do Mal de Alzheimer

Olá leitores! Neste post, iremos aprofundar o entendimento sobre os sintomas e a classificação dos estágios do Mal de Alzheimer. Para melhor entendermos essa patologia, é comum classificá-la de acordo com o estágio dos sintomas da doença:

Estágio I – forma inicial dos sintomas;

Estágio II – forma moderada;

Estágio III – forma grave e terminal;

Para iniciar, focaremos no Estágio I da doença – estágio inicial. Momento de difícil diagnóstico. A dificuldade na confirmação se deve ao fato do primeiro sintoma – mais característico e conhecido – ser a perda de memória recente ou de fixação, que, por sua vez, é inconstante e esporádica. Por conta disso, o Mal de Alzheimer é comumente confundido com problemas de idade ou de estresse.

No começo da doença, as alterações sintomáticas são lentas, e isso também é considerado um empecilho no diagnóstico: é comum os pacientes, especialmente os de melhor nível intelectual, adaptarem-se às novas limitações com certa facilidade.

Entendi. Mas o que seria essa perda de memória recente? Tem como dar um exemplo? De acordo com o Doutor Norton Sayeg (Geriatra e Gerontólogo), um exemplo de perda de memória recente seria, quando interrogado, o paciente lembrar onde se casou, e até mesmo o nome do padre que fez o seu casamento, mas não conseguir se lembrar o que comeu ontem.

Mas porque o sintoma mais característico do Mal de Alzheimer é a perda da memória recente?  Bom, para entendermos o processo de evolução sintomática da doença, há a necessidade de explicar-lhes onde essa doença começa.

O Mal de Alzheimer tem o seu inicio no hipocampo quando proteínas anormais se agregam, formando placas senis e degenerescência fibrilar, as quais se acumulam no cérebro e matam as células cerebrais.

Imagem

O hipocampo é uma região do cérebro onde as memórias são formadas primeiramente. Durante vários anos, as placas senis e a degenerescência fribilar destroem o hipocampo. Logo, a formação de memória recente passa a ser gradativamente mais complicada e afetada.

Ótimo, mas o que seriam as tais placas senis? As plascas senis são resultantes do metabolismo anormal da proteína precursora do amilóide (APP), conduzindo, assim, à formação de agregados do peptídeo-β-amilóide.

Nos próximos posts, falaremos sobre os outros sintomas importantes do Mal de Alzheimer; entretanto, é importante ressalvar que este primeiro sintoma – perda da memória recente –, por ser o mais comum no início da doença e o mais “ignorado”, é uma chave importante para o prognóstico da doença: quanto antes for diagnosticada a doença, melhores os tratamentos.

Aconselho vocês a assistirem o vídeo da entrevista do Dr. Sayeg em um programa de televisão, o qual discute o tema Mal de Alzheimer. Segue o link logo abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=ZuXKiYmGaWE

Bibliografia: http://en.wikipedia.org/wiki/Alzheimer’s_disease

http://www.aboutalz.org

http://www.scielo.br/pdf/rpc/v32n3/a06v32n3.pdf

http://www.alzheimermed.com.br/diagnostico/sintomas-e-evolucao

Postado por: Thales de Angelis Ciminelli

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s